Não tem que ser complexo

Quando lemos um livro ou assistimos a um filme no nosso novo idioma, é fácil se sentir desesperado e desanimado devido à grande quantidade de palavras e expressões que desconhecemos. E de alguma maneira, os personagens sempre conseguem escolher as palavras adequadas para cada situação. Parece que estão usando construções gramaticais infinitas, e por isso, fica a impressão de que duas frases nunca são iguais. É uma alegria escutá-los!

 

E imaginamos que nós deveríamos falar assim também.

 

Quando nós, como estudantes de idiomas, olhamos para nossas próprias habilidades na língua… e nosso coração afunda. Não temos tanto vocabulário nem tanta gramática ainda. Então, nos convencemos que talvez seria melhor esperar um pouco mais.

 

Não! Mil vezes não!

 

Para você, eu diria, lembre-se disto.

 

Para os maiores momentos de nossa vida, usamos uma linguagem simples.

 

Te amo!

É um menino!

Eu ganhei!

Pare!

 

A linguagem que toca mais profundamente a alma é, com frequência, a mais básica que existe. Os roteiristas sabem disso. Os profissionais de marketing sabem disso. (Quantos produtos você conhece que usam slogans complicados e literários? Eu não conheço nenhum.)

 

Além disso, nem sempre precisamos de muitas palavras para ter um impacto.

 

Sapatos de bebês é uma história que foi escrita pelo novelista Ernest Hemingway (embora sua origem ainda seja debatida). Segundo a lenda urbana, em uma aposta com seus amigos, Hemingway afirmou que poderia escrever uma história completa com apenas seis palavras. Aqui está o resultado (admito que na tradução, são sete palavras!):

 

Vende-se: sapatos de bebês, nunca usados.

 

Nessas poucas e simples palavras, , ele conseguiu comunicar um mundo de tragédia e sofrimento profundo.

 

Então, se está dizendo a si mesmo que você não tem palavras suficientes, é claro que tem! Se está dizendo a si mesmo que você pode falar somente em frases bem simples, eu diria, faça dessa maneira mesmo, bem simples, e fique orgulhoso de você. Uma frase não tem que ser longa e nem complexa para ser poderosa.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

pt_BR